Melhores a se comprar! [90 a 150 mil reais]

Os dez caminhões mais vendidos no bimestre
22 de Maio de 2018
Dicas para comprar caminhão usado
23 de Maio de 2018

Nesta faixa de preço a brincadeira começa a ficar meio séria, nela se encontram trucks de altíssima qualidade bem novos, caminhões leves zero Km, e na categoria dos extrapesados os últimos dos moicanos, caminhões equipados com bombas injetoras e os primeiros eletrônicos que não emplacaram bem no mercado.

É uma faixa de valor muito complicada, pois uma faixa de valor entre 90 e 150 mil reais hoje no ramo dos transportes é um valor onde se você tem em mãos (a vista), compensa dar de entrada em um caminhão novo, mas se você não tem, os caminhões que se encaixam nesta lista são de uma idade onde os melhores financiamentos não se encaixam e são caminhões que exigem uma atenção especial na hora da escolha.
Mas falando dos caminhões em si, vamos a lista escolhida pelos seguidores e leitores do Blog:

Scania 113h

675d28c04794e3c683f4419536c4c15f_XL

Sem duvida o caminhão mais escolhido, até no tópico anterior alguns leitores (muitos) sugeriram o 113 como o caminhão a ser comprado de 50 a 80 mil, mas neste valor não se encontra um 113 de qualidade a venda. Lançado no final de 1991 com uma bela mudança no final de 1994 (chegada do top line) o 113 é o sonho de muitos motoristas que rodam hoje nas estradas. De mecânica fácil e barata, economia que deixa muito zero Km pra trás o 113 é dito como “o caminhão para se ganhar dinheiro”. Bons exemplares são encontrados na faixa de 110 mil os primeiros até 135 os últimos, lembrando que a atenção na procedência mecânica do caminhão é muito importante, pois são caminhões que com certeza já passaram por retificas. Apesar de ser um caminhão muito cobiçado e de excelente qualidade, sua idade não ajuda, muitas empresas já não carregam 113 porque sua idade avançada não permite. Mas para quem tem um serviço certo, e quer um caminhão de confiança, com certeza é a melhor compra!

Volvo EDC.

1 (1)

Para quem torce o nariz pro 113 a escolha mais sensata seria o EDC, fabricado entre 1996 e 1999 é uma versão “melhorada” do NL12 faixa roxa, com design renovado e um sistema de injeção “semi-eletronico”, que no caso seria uma bomba comandada eletronicamente, diferente de um sistema 100% eletrônico como um Common Rail. É um caminhão muito robusto, nada diferente dos caminhões da linha volvo. Caminhão um pouco raro de se encontrar em boas condições, mas quando se encontra é negócio bom na certa. Modelos variam de 100 a 120 mil, podendo chegar a 130 em certos modelos. Sofre mesmo problema do 113, idade, mas pra quem gosta de volvo e quer um caminhão bom, é uma boa escolha!

MB 1935.

1935gode

Como disse anteriormente, nessa faixa de preço se encontram os últimos dos moicanos com injeção eletrônica, e um deles que com certeza não poderia faltar é o 1935, famosa “mula”, resposta da mercedes ao 113 e ao EDC, foi fabricado até meados de 1999. Considerado para alguns como “tanque de guerra” é o de manutenção mais simples e barata dos 3, mas com um conforto não muito “aceitável” digamos assim. Bons exemplares são encontrados por pouco mais de 90 mil (chassis vermelho, primeiros) e até 120 (chassis preto, últimos). Sofre com a idade, mas a mecânica simples e o preço baixo comparado aos outros compensa.

Constellation (s) 6×2:

VW Constellation 24.250 verdureiro loko

Entra nessa faixa de preço os trucks da VW que já eram consagrados anteriormente e com a chegada da linha constellation firmaram esta consagração em praticamente todos os modelos, destaque para os de 220 cv! Bons “bob esponja” são encontrados na faixa de 140 a 150 mil, com sorte e paciência pode-se encontrar até modelos com 4° eixo e cabine leito anos de 2008 a 2010!

Linha P da Scania (de 1995 a 2003)

scania-p-94-260-com-bau-frigorifico-unico-dono-r-135000_MLB-F-3748693994_012013

Se você é um motorista de truck e não quer sair da categoria, nesta faixa de preço com certeza se encontra seu sonho, ou ele um pouco usado (kkk). O sonho de todo “muriçoqueiro” com certeza é um Scaninha da linha P, devido a sua qualidade, agilidade e renome. Alguns modelos da linha 3 (p93) são encontrados na faixa de preço de 90 a 110 mil reais, e da linha 4 (94d) são dai pra cima. Com paciência se encontra bons exemplares, lembrando que é sempre bom checar a quilometragem e procedência do caminhão, pois por ter fama de caminhão “andador” com certeza alguém o usou como tal!

Caminhões leves zero Km!

iveco-daily-04

Nessa faixa se encontram vários caminhões leves como o iveco Daily, MB Accelo, entre outros pequenos de boa qualidade. A questão da escolha ai vai do gosto, proposta de venda, entre outros. No meu caso eu optaria por uma marca de mais tradição, e claro, boa assistência técnica!

Sinotruk Howo.

1384445613_566353907_1-Fotos-de--Sinotruk-howo-380-6x4-2011-branco

Não, isso não é uma brincadeira, apesar de todos torcerem o nariz para esse chinês, é um caminhão que se encaixa aquele caminhoneiro que precisa de um caminhão novo, traçado, com potencia considerável para agregar em alguma empresa. Escolha sensata quando você começa a observar que existem exemplares ano/modelo 2010 sendo vendidos a 110 mil reais, mesmo sendo um caminhão de comercio péssimo (se não fosse isso não valeria 110 mil reais), olhe para tras e veja que se você fosse comprar os de “marca famosa” você compraria no máximo um do ano 1998, são mais de 10 anos de diferença, em um caminhão que já teve 90% de sua depreciação em 2 anos de uso. Mesmo que perder valor, não será algo gritante, não tao distante do valor residual. E lembrando que alguma das peças de mecânica são compartilhadas com a Volvo.

Bônus: Fuja Loko!

VOLVO-FH-12-380-4X2-98-99-5

Como disse essa é uma faixa de preço complicada, mas mais complicada ainda é quando você começa a se atrair por “falsas barganhas” como os primeiros eletrônicos dos anos 2000. Um 124 420 ano 2002 custa 135 mil (mais barato q um 113 as vezes) por vários motivos, mas menos porque ele é bom, assim como um FH12 farol quadrado que as vezes é achado por menos de 100 mil (sim eu já vi) ou até um 1944. São todos caminhões com mais de 400 cv, com uma idade considerável, mas essa “safra” de eletrônicos é a safra de caminhões mais “mancos” do mercado nacional. A tecnologia ainda não estava totalmente aprovada no brasil, poucos mecânicos especializados, baixa adaptação ao nosso diesel super pesado, entre outros fatores que deixaram esses caminhões como verdadeiros pesadelos ambulantes para quem os comprou. Defeitos que nunca são encontrados, alto consumo de combustível, entre outros fatores, então se achar algo parecido, um 124 por 120 mil, um FH por menos de 100, Fuja, pois com certeza é uma bomba ambulante, pronta pra estourar na mão de qualquer um!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *